Av. Marechal Camara, 168/418 - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20200-080

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

Nossa pegada de carbono não depende apenas das emissões resultantes do nosso consumo de energia ou meio de transporte; o que comemos também tem um impacto significativo sobre o clima. 

No Brasil, 68% de todas as emissões
de gases do efeito estufa são relacionadas direta ou indiretamente à agropecuária.
 

Essas emissões vem do desmatamento para formação de novos pastos
e lavouras, dos fertilizantes químicos usados por agricultores, e do metano liberado pelos bilhões de bois e outros ruminantes que criamos como fonte de proteína animal. 

DIcas

Reduzir o consumo de carne bovina é uma das principais medidas que você, como indivíduo, pode tomar para reduzir seu impacto sobre o clima.

Mudar hábitos alimentares sutilmente é um bom começo: a introdução da “segunda sem carne”, por exemplo, já é um passo na direção certa. Ou então reduzir a quantidade de carne bovina consumida em cada refeição.  

Fontes:

http://www.fao.org/climatechange/41521-0373071b6020a176718f15891d3387559.pdf

https://www.skepticalscience.com/how-much-meat-contribute-to-gw.html

IPCC, 2014, p.87: Climate Change 2014: Synthesis Report. Contribution of Working Groups I, II and III to the Fifth Assessment Report of the Intergovernmental Panel on Climate Change [Core Writing Team, R.K. Pachauri and L.A. Meyer (eds.)]. IPCC, Geneva, Switzerland, 151 pp.