Av. Marechal Camara, 168/418 - Rio de Janeiro - RJ - CEP 20200-080

  • Facebook Social Icon
  • Instagram Social Icon

Resiliência

Do início da Era Industrial até hoje, a temperatura média do nosso planeta já subiu mais de 1º C.  E isso já está trazendo consequências graves com as quais precisamos conviver.  E antes de conseguirmos reverter a situação, a temperatura da Terra deverá subir mais um grau.  O que acarretará em consequências mais graves ainda, às quais precisaremos nos adaptar como sociedade e como indivíduos.

 

As secas, enchentes, ondas de calor e epidemias que já acontecem e que virão pela frente vão demandar um grau de resiliência da nossa parte muito maior do que temos atualmente.  Por isso, várias cidades ao redor do mundo já estão implantando planos de resiliência para preparar a sua infraestrutura e sua população para lidar com os efeitos inevitáveis da mudança do clima.

 

Mas o que é resiliência?  De acordo com o dicionário do Google, resiliência é a “capacidade de se recobrar facilmente ou se adaptar à má sorte ou às mudanças.”  Quando falamos da resiliência de uma cidade ou de uma sociedade, na prática estamos nos referindo à capacidade que esta sociedade ou cidade tem para enfrentar e se recuperar de situações de emergência ou de estresse crônico (uma seca prolongada, por exemplo).  Medidas de resiliência incluem a construção de uma infraestrutura mais robusta e treinamento da população sobre o que fazer e como se comportar durante emergências.

 

No plano pessoal, resiliência significa “a habilidade de persistir nos momentos difíceis mantendo a esperança e a saúde mental,” na definição da psicóloga Angelita Scardua. Pessoas altamente resilientes, tornam-se mais fortes após situações difíceis.  George Barbosa, criado da escala Quest de Resiliência, diz que "estar resiliente é aprender a desenvolver a capacidade de ser flexível e coerente diante de situações de elevado estresse, é possuir um sentido apurado da realidade, é acreditar que de uma maneira ou de outra é possível ter o controle sobre a situação e sobre os eventos da vida. É desenvolver a capacidade de ter um olhar otimista da situação estressante, de fazer uma análise das razões de um determinado evento, buscando aprender com a situação para que possa assim sair fortalecido e amadurecido."

 

Algumas dicas para se tornar mais resiliente:

 

  1. Aprenda o que fazer em situações de emergência. Um curso de primeiros-socorros é um bom começo.

  2. Tenha um estilo de vida mais auto-suficiente.  Se no seu dia-a-dia já diminuir seu consumo de água e energia, por exemplo, estará menos vulnerável se numa emergência houver racionamento ou corte.

  3. A felicidade e o bem-estar dependem muito mais da sua família e da sua rede de amizades do que de possuir muitos bens. A capacidade de se recuperar de um desastre também.  Quem não tiver apego aos seus bens materiais não sofrerá tanto se um dia perdê-las.

 

 

Fontes:

https://angelitascardua.wordpress.com/2010/02/04/o-que-e-resiliencia/

http://vanzolini.org.br/weblog/2014/10/29/o-que-e-resiliencia-eu-posso-ser-resiliente/